fbpx

A propósito do dia dos namorados

Fev 18, 2021 | Uncategorized | 0 comments

Será que deste uma prenda à pessoa certa?

Eu sei que já passaram alguns dias da loucura do dia dos namorados, que este ano até foi bastante atenuada devido à situação que todos nós vivemos neste momento. Mas não quis deixar de te trazer algumas reflexões sobre esta coisa dos relacionamentos!

Podes estar, neste momento, num relacionamento maravilhoso e equilibrado e achares que este artigo não é para ti. Sugiro-te que leias na mesma, pois pode trazer-te algumas ideias para o tornar ainda mais maravilhoso.
Aliás, este artigo é para qualquer pessoa, quer esteja ou não numa relação. Sabes porquê? – Porque vou falar-te da relação mais importante que tens em toda a tua vida. A MAIS IMPORTANTE DE TODAS!

Sabes qual é?
É essa mesma: a relação que tens contigo própria!

Como é que te estás a tratar?
O que aprendeste em criança sobre o amor?
O que tinhas de fazer em criança para receber amor?
Será que em criança tinhas que competir por amor?

Estas questões dão pano para mangas…
Aprendeste “como se ama” em criança, provavelmente com os teus pais. E, normalmente, quando crescemos é essa mesma “forma de amar” que procuramos, é dessa mesma forma que nos amamos (e também que nos criticamos).
Não se trata de encontrarmos culpados, de todo. Os teus pais fizerem o melhor que sabiam com o conhecimento e consciência que tinham na altura. Mas tu podes ir mais além e construir uma forma de amar mais saudável e está tudo certo.

Há uma pergunta que, desde o dia que a ouvi, tem estado sempre presente dentro de mim.
Há muitos anos, parece quase noutra vida, num curso de preparação para o matrimónio (sim, estava a pensar casar-me pela igreja católica e normalmente fazem-se estes cursos), no meio de muitas coisas que falaram, saltou esta questão: és uma melhor pessoa por estares com ela/ele?
Responde a esta pergunta dentro de ti. E não penses só naquela frase “ele desperta o que de melhor há em mim”, pois muitas vezes o importante é mesmo despertar o que de pior há em nós, para nos confrontarmos com isso e podermos mudar e crescer.
Eu já estive numa relação assim, por isso sei do que te falo!

Na altura não tinha a consciência que tenho hoje, portanto não consegui ver as coisas desta forma. Apenas conseguia ver que estava sempre mal, irritada, frustrada, sentia-me incompreendida e mal-amada. E claro que a culpa não era minha! Por isso, apesar de ainda haver amor, resolvi terminar o relacionamento, pois não gostava de quem via ao espelho…
Agora, depois de estar neste caminho de autodescoberta e desenvolvimento pessoal há já algum tempo, percebo que tudo o que vinha ao de cima eram exatamente todas as sombras que precisa de trabalhar e de aprender a amar. O meu companheiro só me estava a mostrar o que eu precisava de encarar para aprender a amar-me mais.

É importante perceberes que tu és a pessoa mais importante da tua vida, não é o teu companheiro ou companheira, os teus filhos, teus pais ou os teus amigos. TU ÉS A PESSOA MAIS IMPORTANTE DA TUA VIDA E AQUELA QUE TENS DE AMAR PROFUNDAMENTE ANTES DE TODOS.

Conheces aquela expressão “cara metade”? Dá-nos a ideia de que só vamos ser completas quando encontrarmos alguém!! Mas nós não nascemos às metades. Estás a ver aqueles puzzles de bebés que só têm duas peças e que quando se juntam formam a foto completa? É sempre o que esta expressão me faz lembrar! Mas tu não és nenhuma peça de puzzle, já nasceste com uma imagem linda e completa. Claro que podes juntar-te a outra imagem e fazer uma paisagem mais bonita, mas tu, por ti, já és inteira e completa.

Deixo-te aqui algumas sugestões para trabalhes o teu amor próprio e para aprenderes a reconhecer que és um SER lindo e completo:
👉 Olha para a forma como te tratas, como falas contigo, o que pensas de ti. Será que te tratas como queres que o teu companheiro ou companheira te trate? A maior parte das vezes é a resposta é “Não”…;
👉 Identifica padrões de comportamento, teus e do outro. Revê a tua infância e tenta perceber quem tinha esses mesmos padrões. Se calhar vais ficar surpreendida! Tomar consciência das coisas é meio caminho andado para, a seguir, as conseguires mudar. Lembra-te que só és capaz de mudar aquilo que reconheces;
👉 Pára de olhar para o que os media vendem como sendo “o amor perfeito”. Eu adoro ver comédias românticas e digo-te, aqui que ninguém nos ouve, que quase sempre choro no fim 🤣. Elas servem para aqueles momentos em que preciso de fazer um break e “parar o cérebro” como eu costumo dizer, mas sei que aquilo é um filme, é ficção;- Trabalha o teu amor próprio, a tua autoestima. Lembra-te: tu és a pessoa mais importante da tua vida, aquela que está SEMPRE contigo desde que chegaste a este planeta e até ao momento que o vais deixar;
👉 Rodeia-te de pessoas que que te fazem bem, que têm os valores que queres cultivar na tua vida, pois tu és a média das 5 pessoas com quem mais convives.

Já percebeste a pergunta que fiz no início?!
Que prenda deste a ti mesma no dia em que se comemora o amor?
“Oh… Não dei nenhuma…”. Não faz mal, ainda vais a tempo!

Queres saber a minha?
Uma câmara para começar a gravar vídeos para ti. 😁
Pode não ser muito romântico, mas era mesmo o que eu queria e quando chegou fiquei super feliz!

E tu, o que te vais oferecer? Quero saber!!!

Categorias

Renova as tuas crenças

Pede já este exercício GRATUITO

Exercício renova crenças